26/04/2018

Gorillaz, Killers, Chance the Rapper: O que esperar dos shows em 2018

Por Felipe Branco Cruz, em Austin (EUA)*
Publicado originalmente no UOL em 10/10/2017

A lista de shows internacionais no Brasil em 2018 não para de crescer. Boa parte deles acontece na próxima edição do Lollapalooza, que será realizado em março no autódromo de Interlagos, em São Paulo. Algumas atrações darão suas “escapadas” para fazer apresentações individuais na mesma época em casas menores e outras cidades.

Direto do festival Austin City Limits, que aconteceu no fim de semana na capital do Texas, nós assistimos aos shows de algumas das bandas que virão ao país no ano que vem e adiantamos o que esperar deles. Da lista abaixo, apenas uma banda não estará no Lollapalooza, o Gorillaz, que se apresentará no Brasil em março de 2018, no Jockey Club da capital paulista.

* O repórter viajou a convite da Red Bull

Gorillaz

Formado pelo líder do Blur, Damon Albarn, e por Jamie Hewlett, o Gorillaz tem como integrantes quatro personagens virtuais: 2-D, Murdoc, Noodle e Russel. No palco, os músicos são reais, mas é no telão que tudo fica divertido, com diversas animações mostrando os protagonistas nas mais insólitas situações. A presença de palco dos integrantes é até acanhada, deixando espaço para os personagens brilharem. Destaque para o competente quarteto de backing vocals e a voz melodiosa de Damon Albarn. O público pode esperar por faixas do novo trabalho, “Humanz”, além do hit mais famoso do grupo, “Clint Eastwood”. Quando: 30 de março, no Jockey Club São Paulo.

 

Chance The Rapper

Ele é o que os americanos chamam de “self-made man”: um artista que se fez sozinho, sem ajuda de gravadoras, usando o poder das redes sociais. O rapper, que vem pela primeira vez ao Brasil, é um dos músicos americanos mais aclamados da atualidade. Ele surgiu em 2012 e já tem quatro discos lançados, além de incontáveis parcerias, incluindo com Justin Bieber (“Confident”). Seu show, ao contrário do de outros rappers, tem acompanhamento de metais e uma claque de quatro backing vocals, o que dá um climão de balada soul/R&B. Quando: Festival Lollapalooza 2018 (entre 23 e 24 de março), no autódromo de Interlagos de São Paulo.

 

The Killers

A banda volta pela quarta vez ao Brasil e será uma das grandes atrações do Lollapalloza em 2018. Acabou de lançar um álbum de inéditas, “Wonderful Wonderful”, cujas músicas devem aparecer no show por aqui. No Austin City Limits, o repertório foi certeiro, recheado de hits como “Mr. Brightside”, “Somebody Told Me” e “When You Were Young”. O grupo ainda homenageou o cantor Tom Petty, executando a faixa “The Waiting”. É o grupo ideal para o festival. Quando: Festival Lollapalooza 2018 (entre 23 e 24 de março), no autódromo de Interlagos de São Paulo.

 

Royal Blood

O duo britânico é formado pelo baixista e vocalista Mike Kerr e pelo baterista Ben Thatcher, que são amigos de infância. Eles já tocaram no Brasil em 2015, no Rock in Rio, e foram um dos destaques do festival naquele ano. A pegada do show é semelhante à que mostraram por aqui, só que desta vez incluirão músicas do novo álbum “How Did We Get So Dark?”. Ao vivo, a sonoridade impressiona: apenas dois músicos fazendo som de uma banda completa. Show para guardar na memória. Quando: Festival Lollapalooza 2018 (entre 23 e 24 de março), no autódromo de Interlagos de São Paulo.

 

Spoon

O nome da banda aparece bem pequenino no cartaz do Lollapalooza Brasil, embora o grupo já tenha quase 20 anos de estrada. No Austin City Limits, os integrantes fizeram um show bastante concorrido, com singles do início da carreira e de seu mais recente álbum, “Hot Thoughts”. Vale lembrar que a banda foi formada em Austin, e boa parte da plateia já conhecia o grupo. O estilo atinge em cheio os indies e adjacentes, com entrega total do vocalista Britt Daniel, que no palco chegou a cantar até deitado. A banda capricha no visual e se apresenta com blazers bem cortados, calça de alfaiataria e sapatos sociais bem engraxados. Quando: Festival Lollapalooza 2018 (entre 23 e 24 de março), no autódromo de Interlagos de São Paulo.

 

Red Hot Chili Peppers

Pode até chamar de “o maior arroz de festa de festivais”, afinal, o grupo tocou em praticamente todos os grandes eventos deste ano, incluindo o Rock in Rio, e já tem passagem marcada para voltar no ano que vem. No Austin City Limits, o show foi bem diferente do apresentado na capital fluminense, com faixas poucas vezes executadas ao vivo, como “Aeroplane”, do álbum “One Hot Minute”, e os singles “Soul To Squeeze” e “Suck My Kiss”. A expectativa é que repitam as doses na volta ao país. Quando: Festival Lollapalooza 2018 (entre 23 e 24 de março), no autódromo de Interlagos de São Paulo.

O que você achou dessa notícia? Comente