23/06/2018

Sabe o que acontece nos bastidores do show do Alice Cooper? Estivemos lá

Por Felipe Branco Cruz e Alexandre Matias
Publicado originalmente no UOL em 21/09/2017

“Pareceu uma ópera”, disse uma fã no backstage do Palco Sunset para Tommy Henriksen, um dos guitarristas da banda de Alice Cooper. “Para mim, é um circo”, respondeu ele, bem humorado. “Muita coisa acontece ao mesmo tempo no palco. Não dá para você ver tudo. E nem trouxemos o nosso circo completo”, disse Tommy ao UOL.

De fato, o circo promovido pelo mestre do rock horror Alice Cooper continuava nos bastidores. Se no palco o líder da banda promoveu uma apresentação assustadora com diversos recursos teatrais –ele “morre” duas vezes, eletrocutado e guilhotinado–, no backstage, o circo foi outro.

Assim que a apresentação acabou, desceram do Sunset alguns dos maiores ídolos do rock, entre eles Joe Perry (que mais tarde entra em cena com o Aerosmith no Palco Mundo), Duff McKagan (baixista do Guns N’ Roses) e Arthur Brown, convidado de Alice Cooper que não tirou a maquiagem em momento algum.

Todos eles ficaram passeando por ali na maior tranquilidade, caminhando entre fãs, jornalistas, produtores, assessores e bicões. “Nenhuma foto e nenhuma entrevista”, foram as palavras mais ouvidas pelos jornalistas, impedidos pelos seguranças de conversar com os astros.

Mas os músicos que tocaram com Cooper estavam por lá, conversando com todos que quisessem puxar papo –entre eles Tommy, praticamente um clone mais jovem de Alice, que fazia sucesso com uma camiseta em que se lia, em inglês: “Eu não sou o Alice Cooper”.

Ele está há mais de dez anos na banda de Alice e também no Hollywood Vampires, o supergrupo que Cooper mantém com o ator Johnny Depp e Joe Perry.

Tommy estava empolgado com o veterano Arthur Brown, inspiração do próprio Cooper, que entrou no palco com a cabeça em chamas: “Você viu aquilo no palco? Ele tem 74 anos! O cara é uma lenda”, afirmou. “Só lamento não termos tocado a música ‘I’m Eighteen'”.

“Quer que eu te entregue um segredo do Alice Cooper?”, questionou Tommy. “Ele não cuida da voz, faz show de 2 horas e não bebe uma gota de água no palco. Grita, canta, fala, tudo antes do show. Não sei como aguenta”.

Lá atrás, músicos brasileiros, como Edgar Scandurra, Leo Jaime, China e Ana Cañas, entre outros, circulavam entre os gringos e dividiam espaço com jornalistas que tentavam uma declaração do astro. Alice, no entanto, saiu do camarim para falar somente com a mídia parceira do festival e mais ninguém. Mesmo assim, esbanjou simpatia e distribuiu sorrisos por onde passou.

O que você achou dessa notícia? Comente