20/11/2017

Sob chuva em São Paulo, Guns N’ Roses faz homenagem a Leonard Cohen

Por Felipe Branco Cruz
Publicado originalmente no UOL em 12/11/2016

O tratado de paz que Axl Rose fez com Slash –e que possibilitou o retorno dos Guns N’ Roses aos palcos com sua formação clássica –, não ficou restrito apenas à amizade entre os dois, que já ultrapassaram os 50 anos de idade. As pazes de Axl também foram estendidas ao público.

Na noite desta sexta-feira (11), a primeira demonstração deste respeito foi com o horário. O Guns N’ Roses subiu ao palco do Allianz Parque, em São Paulo, para o segundo show brasileiro da turnê “Not in This Lifetime Tour”, com “apenas” 30 minutos de atraso. Nada mal se comparado com o passado, quando era comum o grupo fazer o público aguardar por mais de três horas.

Outra demonstração da mudança de Axl ocorreu recentemente, em Porto Alegre. Se em 1992, enfurecido, o cantor jogou uma cadeira de uma sacada do Maksoud Plaza, na capital gaúcha ele desceu ao lobby do hotel e tomou café da manhã com os fãs.

O show foi aberto com “It’s So Easy”, com berros dos 40 mil fãs semelhantes a histeria de uma beatlemania (a lotação era de 45 mil). Esta é a sétima vez que o grupo vem ao Brasil, a terceira se contarmos apenas a formação clássica da banda, Slash, Axl e Duff. O entrosamento entre Axl e o restante do grupo foi bom, inclusive com Slash, com quem cantou junto à guitarra.

Slash sempre teve uma boa relação com os fãs. Em sua autobiografia, lançada em 2008, o guitarrista revelou que sempre estava pronto para entrar no palco no horário, mas Axl se trancava no camarim e não atendia ninguém por horas. Ainda na biografia, o guitarrista disse que só achava uma banda boa se ela realmente fosse muito boa ao vivo, como o Guns era. E hoje, mesmo cinquentões, eles estavam ótimos.

A energia de Slash era tanta, que ninguém diria que ele carrega um marca-passo no coração desde os 35 anos, resultado do abuso das drogas.

No set, a banda fez cover de Bob Dylan (“Knockin’ on Heaven’s Door “), Paul McCartney (“Live and Let Die”), Pink Floyd (“Wish You Were Here”) e The Who (“The Seeker”), coincidentemente quatro das seis bandas que se apresentaram no festival Desert Trip, considerado o festival do século, que ocorreu recentemente em Indio, na Califórnia.

Chuva
A chuva caiu forte no estádio praticamente durante o show inteiro. Ironicamente, no exato momento em que Axl se sentou ao piano para tocar “November Rain” (Chuva de Novembro), a chuva parou.

Mas o público providenciou um efeito especial para o momento de execução de uma das baladas mais conhecidas do Guns N’ Roses. Em uma ação combinada pelas redes sociais, os fãs encheram balões vermelhos preenchendo quase todo o estádio. Quem não estava próximo do piano de Axl Rose iluminou o balão com a lanterna do celular para garantir que toda a banda visse a homenagem preparada especialmente para o show na capital paulista.

Em vários momentos, Axl se retirou do palco para deixar Slash sozinho, como em “Layla” e em “Wish You Were Here”, com o público acompanhando a guitarra como se ela estivesse cantando.

Ao contrário das outras passagens de Axl ao Brasil, ele pouco falou ao público, se limitando a apresentar a banda e fazer alguns agradecimentos pontuais.

Ao final, depois de 2h32 de show, em mais uma demonstração de respeito com o público, toda a banda se curvou três vezes para agradecer a plateia, com uma homenagem em uma foto de Leonard Cohen ao fundo no telão, morto nesta quinta-feira (10).

Set List:
“It’s So Easy”
“Mr. Brownstone”
“Chinese Democracy”
“Welcome to the Jungle”
“Double Talkin’ Jive”
“Better”
“Estranged”
“Live and Let Die” (cover de Paul McCartey)
“Rocket Queen”
“You Could Be Mine”
“You Can’t Put Your Arms Around A Memory” (cover de Johnny Thunders)/”Attitude” (cover dos Misfits)
“This I Love”
“Civil War”
“Coma”
Solo do Slash com o tema do Poderoso Chefão
“Sweet Child O’ Mine”
Medley de “Wish You Were Here” (cover de Pink Floyd) e “Layla” (cover de Eric Clapton)
“November Rain”
“Knockin’ on Heaven’s Door” (cover de Bob Dylan)
“Nightrain”
Intro “Babe I’m Gonna Leave You” (cover do Led Zeppelin)) / “Don’t Cry”
“The Seeker” (cover do The Who)
“Paradise City”

O que você achou dessa notícia? Comente